pretas potências em movimento

Instagram

Blog

Ato da Educafro: “Não há Compre Bem sem Discriminação”

Não é de se espantar constantes crimes de discriminação racial presenciados em mercados, lojas e shoppings. Pode-se citar aqui alguns casos que chegaram à mídia, como, por exemplo, o da estudante de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) que foi vítima de ofensas preconceituosas de uma colega do mesmo curso; o poeta James Banthu que sofreu racismo por parte de um segurança no Banco do Brasil. E, um dos fatos mais polêmicos nos últimos tempos, o caso do deputado Jair Bolsonaro que fez um comentário esdrúxulo na televisão, não deixndo dúvidas sobre sua posição racista.

No último dia 7 de julho, o mercado Compre Bem, localizado em Itaquera – zona Leste São Paulo, foi o cenário para mais um ato de racismo. Duas mulheres negras foram abordadas por um segurança que alegava que elas foram vistas furtando o mercado e,  por serem negras, eram suspeitas. O segurança, também negro, só se desculpou após ser informado de que as mulheres eram bacharéis em direito.

Depois desse fato, a Eduafro realizará o ato “Não há Compre Bem sem Discriminalização”, nesta sexta-feira, 22 de julho, às 9h. O evento reunirá militantes e pessoas que lutam por igualdade e fim do preconceito.

O ponto de encontro será na Rua Brigadeiro Luiz Antônio, 3142 – Jardim Paulista.

A Educafro convoca toda sua militância e convida você também para comprar essa briga

Sem comentários

Deixe uma resposta