pretas potências em movimento

Instagram

Blog

Os Crespos e Ilu Obá de Min na 8ª Virada Cultural

A Rede SESC também promoverá uma série de atrações para a 8ª Virada Cultural de São Paulo. Entre as programações, o SESC Belenzinho recebe a Cia. de Teatro Os Crespos numa homenagem ao centenário de Nelson Rodrigues e o grupo Ilú Obá de Min leva as expressões, sonoridades e corporalidade afrobrasileira para o SESC Pompeia.

Os Crespos – A Desconstrução do Anjo Negro

Intervenção poética política inspirada na Obra “Anjo Negro” de Nelson Rodrigues. Escrita em 1946, a peça aborda as questões raciais. Na trama de Anjo Negro, Nelson aborda a violência nas suas mais diversas formas, das mais variadas naturezas, em constantes situações. Numa sociedade dominada pelo branco, a única estratégia aparente de inserção é a adoção da ética branca, dominadora e autoritária. Repudiando sua cor e origem, Ismael desfruta dos privilégios do branco: dinheiro, status, prestígio e uma mulher também branca.

Os Crespos, numa intervenção dividida em três partes, mantém a tragédia como discurso, pois somente o trágico daria conta de desvendar essa realidade brasileira relegada às trevas – o racismo, desvelando questões não aparentes no texto de Nelson e destrinchando as relações propostas no texto, num percurso que vai do desmanche social ao sonho, criando uma ponte entre o inconsciente coletivo e uma realidade proposta possível de igualdade social.

Serviço

Local: Sesc Belenzinho
Endereço: Rua Padre Adelino, 1.000 – Belenzinho
Data: 5 de maio, às 23h40
*Retirada de ingressos a partir das 14h do sábado (5/5) na Rede Ingresso Sesc, em todas as unidades. O limite para retirada é de dois (2) ingressos por pessoa para até três (3) atividades.

Ilu Obá de Min – Africanidades Brasil

O SESC Pompeia, cujo prédio é uma antiga fábrica de tambores, promove o Africanidades Brasil, homenageando vários aspectos do candomblé. Os shows propõem uma viagem por facetas do candomblé, além de homenagear vários aspectos da religião afro-brasileira como as comidas, os ritos e as danças. Entre os artistas que participam das apresentações estão Daude, Jair Rodrigues e Treme Terra.

O Bloco Afro Ilú Oba De Min é uma intervenção cultural baseada na preservação de patrimônio imaterial, trazendo para a região urbana a beleza das culturas tradicionais. O trabalho é coordenado pela arte-educadora e musicista Beth Beli, que desenvolve pesquisa sobre matrizes africanas e afro-brasileiras a mais de 20 anos. O trabalho realizado objetiva a inserção de mulheres, crianças e adolescentes nas culturas tradicionais negras e no estudo das influências africanas na cultura brasileira.

Veja a programação do Africanidades Brasil:

18h – “Destranca a rua”  Ilu Obá de Min
21h – “A Raça na Pista” – Abayomi Afrobeat Orquestra
0h – “A Raça na Pista” – Baiana System
3h – “A Raça na Pista” – Daude e Ben Jor
8h – “Festa para um Rei Negro” – Jair Rodrigues
18h – “Destranca a rua” – Treme Terra
18h – “Yabá em Canto” – Virgínia Rodrigues

Serviço

Local: Sesc Pompeia
Endereço: Rua Clélia, 93 – Pompeia
Data: 5 de maio, a partir das 18h

Sem comentários

Deixe uma resposta