pretas potências em movimento

Instagram

Blog

Pontos de Leitura da Ancestralidade Africana no Brasil

Mais um avanço para a cultura afro-brasileira foi realizado neste mês de abril com a parceria entre o Ministério da Cultura (MinC) e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir). A união resultou na criação do projeto “Pontos de Leitura da Ancestralidade Africana no Brasil”.

Foram criados dez Pontos de Leitura, dois em cada região brasileira, com um acervo que contém mais de 600 livros didáticos que transitam entre cultura e histórias de matrizes africanas. O lançamento dos Pontos aconteceu dia 12 de abril, no Rio de Janeiro.

Além do acervo e o kit dos pontos de leitura – que inclue 650 livros didáticos, mobiliário para a sala de leitura, computador e impressora -, a Secretaria de Cidadania Cultural do Minc apoiará o projeto com R$300 mil incentivando pesquisas e registro de memória das comunidades que ganharam o Ponto de Leitura. Essa pesquisa será incorporada aos acervos.

As comunidades são: Egbe Ilê Ya Omi Dayol Ase Obalayo, em São Gonçalo (RJ); no Centro Memorial de Matriz Africana 13 de Agosto, em Porto Alegre (RS); na Comunidade Quilombola Mesquita, em Luziania (GO); Quilombo do Curiaú AP); Associação Santuário Sagrado de Pai João de Aruanda, em Teresina (PI); Comunidade Ilê Asé Omi Dewá, em João Pessoa (PB); Comunidade Aceyoni, em Belém (PA); Quilombo do Macucu, em Minas Novas (MG); Comunidade Quilombola Serra do Apom, em Castro (PR); e na Comunidade Ilê Ede Dudu – Centro Cultural Orunmila, em Ribeirão Preto (SP).

Sem comentários

Deixe uma resposta